O que é metodologia de Aprendizagem Baseada em Problemas e qual a sua relevância na Educação Corporativa

< Voltar

Insights

Grupo de jovens profissionais trabalham de pé ao redor de uma mesa.
27/08/2021

O que é metodologia de Aprendizagem Baseada em Problemas e qual a sua relevância na Educação Corporativa

O relatório Future of Jobs Report 2020 do Fórum Econômico Mundial aponta que, em 2025, metade do tempo dedicado à realização de tarefas nas empresas será feito por máquinas. Até lá, embora os postos de trabalho vinculados a novas profissões que serão criados (97 milhões), superem ligeiramente os postos de trabalho que serão eliminados (85 milhões), não há dúvidas de que a mudança será significativa. 

O relatório estima que 50% da força de trabalho precisará de reskilling (treinamento para aquisição de novas habilidades) e 40% precisará de upskilling (aprofundamento de habilidades).

Esse cenário torna imperativo que organizações se preocupem com o treinamento e o desenvolvimento de seus colaboradores e garantam que eles estejam preparados para ocupar os novos postos de trabalho resultantes dessa transformação.

Assim, se faz necessária adoção de estratégias que tragam resultados rápidos e efetivos, que façam com que o aprendiz, nesse caso o profissional, se sinta motivado a adquirir e desenvolver suas competências.

Uma alternativa que pode levá-los a esse objetivo são os programas de educação corporativa baseados em Metodologias Ativas de Aprendizagem, abordagens nas quais os alunos são protagonistas e responsáveis pelo próprio aprendizado.

Há diversos tipos de Metodologias Ativas de Aprendizagem, como por exemplo: o estudo de caso, a sala de aula invertida, a gamificação e a Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP), tema deste artigo.

Neste artigo, vamos explicar o que são Metodologias Ativas de Aprendizagem, com destaque para a Aprendizagem Baseada em Problemas, que pode ser uma excelente alternativa para a superação dos desafios que organizações e profissionais enfrentam para se atualizarem e se prepararem para o futuro.

O que é Metodologia de Aprendizagem Ativa

De modo geral, as metodologias, quando analisadas sob o ponto de vista dos participantes podem centrar-se no professor ou no aluno. As Metodologias Ativas de Aprendizagem são centradas nos alunos, que diante de situações apresentadas – ou por eles concebidas -, deverão definir o que aprender, como aprender e, até mesmo, como serem avaliados.

Nesse tipo de metodologia, o professor é um facilitador, oferecendo recursos e materiais para guiar os aprendizes enquanto os estimula a desenvolver autonomia para identificar suas necessidades e encontrar a forma mais adequada de atendê-las.

Além disso, uma das principais características das metodologias ativas de aprendizagem é o respeito ao estilo de aprendizagem de cada indivíduo e a individualização dos processos de avaliação.

Dessa forma, é possível tornar o aprendizado verdadeiramente significativo já que ele é motivado por necessidades reais e não impostas por fatores externos. A busca por conhecimento é pautada pela sua aplicabilidade prática no dia a dia do aprendiz.

O que é Aprendizagem Baseada em Problemas (ou projetos) - ABP

Na Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) ou Problem-Based Learning (PBL) os alunos são expostos a problemas reais, presentes ou futuros, que surgem na prática empresarial ou profissional, ou que podem ser elaborados visando competências a serem adquiridas.

Ela é aplicada em três fases:

  1. O aprendiz analisa o problema e identifica suas deficiências.
  2. Ele busca informações e define estratégias para solucionar o problema.
  3. Aplica seus novos conhecimentos, avalia a eficácia de suas ações e conclui o processo caso tiver sido bem-sucedido.

O FGV Action, com sua exclusiva metodologia DICA, é um exemplo de programa educacional que utiliza a Aprendizagem Baseada em Problemas (ou Projetos) para ajudar organizações públicas e privadas a desenvolver projetos e funcionários.

Embora cada aprendiz deva ser responsável pelo seu aprendizado, não precisa aprender sozinho. O professor, além de orientador, atua como mediador de discussões nos grupos de aprendizes que trabalham juntos por um objetivo comum.

Por que utilizar Aprendizagem Baseada em Problemas na Educação Corporativa?

Os gestores entrevistados para o relatório Future of Jobs Report 2020 relataram esperar que seus colaboradores atualizem seus conhecimentos e desenvolvam competências como pensamento crítico, resolução de problemas e autogerenciamento ao longo dos próximos anos.

Josi Marinho, professora nos cursos de pós-graduação e MBA da FGV, explica porque é preciso adotar metodologias ativas de aprendizagem: “O que o profissional precisa aprender aumenta em um ritmo cada vez mais acelerado. Então, o modelo que a gente tem, que é um modelo em que ele era passivo, que ele recebia o conteúdo, já não cabe mais neste mundo”.

Marcos Flávio Moraes, coordenador acadêmico no FGV in Company e ex-gestor de Educação Corporativa no Banco Central do Brasil, complementa: “As mais eficazes metodologias de aprendizagem ampliam o poder de percepção do aprendiz, proporcionando que ele, em conjunto com seus pares, busque novas soluções para novos e velhos problemas ou até problemas que eles nem conhecem”.

Portanto, a Aprendizagem Baseada em Problemas oferece aos profissionais ferramentas úteis para que possam acompanhar as tendências do mercado. Por meio dela, é possível ser protagonista do redesenho de sua profissão, de sua carreira e do seu trabalho, ao identificar desafios reais do seu trabalho, converter seus esforços em benefícios significativos para sua organização.

Alinhada com essas tendências para o futuro do trabalho e contando com um grupo acadêmico qualificado e atualizado, o FGV In Company oferece programas de educação corporativa concebidos em abordagens metodológicas efetivas, inclusive contemplando Aprendizagem Baseada em Problemas. Clique aqui para saber mais!

 

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.